Olá Clubeiros !!!

Olá Clubeiros !!!

Clube da Esquina - Laudo Ferreira Jr

Desenho Laudo Ferreira, baseado no livro "Os Sonhos não Envelhecem".
Clube da Esquina por Laudo Ferreira Jr..
Em 2007 e 2008 levei um projeto ousado mas de grande estima e carinho de minha parte: “Histórias do Clube da Esquina”. Adaptação para os quadrinhos do livro homônimo do escritor, letrista e compositor Márcio Borges, mineiro e parceiro de Milton Nascimento e Lô Borges.
.
A música desses caras foi fundamental para toda uma geração do qual eu faço parte. Minha cabeça foi feita, embalada, ao som das canções e discos desses caras. Obras como o disco “Clube da Esquina”, “Minas” do Bituca e “Via Láctea” do Lô, foram fundamentais para minha formação intelectual e de ver a vida e as coisas. Um dado momento em 2006 resolvi que seria bacana homenageá-los e tudo que significavam com um projeto em quadrinhos.
.
E como diz o ditado, quando você quer o universo conspira a favor, acabei conhecendo o fotógrafo Juvenal Pereira, amigo da turma do Clube da Esquina, ou melhor, membro do clube e fotógrafo do disco antológico de 1972. Conhecemo-nos numa loja de cd’s aqui no bairro da Pompéia em São Paulo, onde moro e logo ficamos bons amigos, dividindo papos, experiência, cervejas e é claro, Clube da Esquina.
.
Juvenal foi quem levou o projeto diretamente às mãos do Márcio Borges e consequentemente ao Milton. Eu na ocasião estava tremendamente receoso, pois por uma ignorância de minha parte, julgava que eles, ícones da Música Brasileira e das artes nacionais, passariam batido com a questão, Clube da Esquina em quadrinhos. Ledo engano. Márcio e todos os membros do querido Clube, abraçaram a idéia completa e foi de Márcio que partiu a idéia de adaptar seu livro para os quadrinhos e essas hq’s depois seriam levadas ao site do Museu Clube da Esquina que estava em construção na época.
.Trabalhar com as histórias desses mineiros fundamentais foi algo tremendamente enriquecedor. Foi trabalhar com emoção, do vivido para o que era contado e principalmente fazer o leitor, novo e velho, fã e não fã da música deles, perceberem momentos pequenos ou não, de emoção. Acredito ter chegado próximo a isso, sem falsa modéstia, pois a obra foi feita com base em puro amor, aos mineiros e aos quadrinhos. Enfim, Márcio aprovou, Bituca aprovou e muita gente, fãs e não fãs aprovaram.
.
Depoimento dado ao jornalista Renato Lebeau do site Impulso HQ
.
Leia mais em :
.
.
Assista ao video em :

.
Laudo Ferreira Júnior nasceu em 08 de abril de 1964, em São Vicente, estado de São Paulo. Iniciou sua carreira de ilustrador em 1983, atuando em editoras como Globo, Abril, Escala e Peixes. No decorrer de sua carreira, atuou na área publicitária, desenvolvendo storyboards e ilustrações para diversos clientes.
Também produziu cenários e figurinos para diversos eventos e espetáculos. Trabalha também como caricaturista em eventos, feiras, convenções e congressos.

Foto : Juvenal Pereira